Jornal da Noite

Mergulhador youtuber desvenda caso de jovens sumidos há 21 anos nos EUA

Jeremy Sides usou sonar em rio e achou carro em que Erin Foster e Jeremy Bechtel foram vistos pela última vez

Eduardo Barão, do Jornal da Noite 09/12/2021 • 07:31 - Atualizado em 09/12/2021 • 07:42

Um mergulhador que faz sucesso na internet pode ter ajudado a desvendar um mistério que já dura 21 anos nos Estados Unidos.

Com mais de 100 mil seguidores no YouTube, Jeremy Sides se apresenta como um caçador de tesouros subaquáticos. Ele percorre lagos e rios para encontrar objetos que ajudem a desvendar casos que a polícia não conseguiu solucionar. E a descoberta mais recente reabriu um caso arquivado há duas décadas.

Erin Foster e Jeremy Bechtel, respectivamente com 18 e 17 anos,  foram vistos pela última vez em agosto de 2000, após saírem da casa da jovem em um sedã preto. Desde então, as duas famílias, que vivem no Tennessee, não receberam nenhuma notícia do paradeiro deles.

Com a ajuda de um sonar, Sides escaneou o fundo do rio. A primeira incursão, no final de novembro, não resultou em nada. Mas, após receber uma indicação do xerife local, o mergulhador finalmente encontrou o veículo guiado pelos adolescentes há 21 anos.

A polícia do Tennessee confirmou que foram encontrados restos humanos no interior do veículo, que serão submetidos a exames de DNA. Com a descoberta feita pelo mergulhador, o caso foi reaberto e novas buscas serão feitas no fundo do rio.

Com a descoberta do veículo, os investigadores querem saber como o casal de adolescentes caiu no rio e em que ponto exatamente o acidente ocorreu. Atualmente, a margem do canal é protegida por um guard-rail, que não existia na época da tragédia.