Notícias

Mais de 80% dos moradores de Heliópolis relatam sinais de depressão por causa da pandemia

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 14/01/2021 • 06:30
Mais de 80% dos moradores de Heliópolis relatam sinais de depressão por causa da pandemia
Mais de 80% dos moradores de Heliópolis relatam sinais de depressão por causa da pandemia
Divulgação/PMSP

A saúde mental dos moradores das periferias de São Paulo foi diretamente afetada pela pandemia. O Observatório De Olho Na Quebrada e a Universidade Federal de São Paulo realizaram uma pesquisa sobre os efeitos da pandemia em Heliópolis, maior favela de São Paulo. As informações são da repórter Gabrielle Guimarães, da Rádio Bandeirantes

Cerca de 86% dos entrevistados relataram ter apresentado sinais de depressão. Além disso, 90% disseram que não estavam desfrutando das atividades normais. 

O psicólogo da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Caio Henrique Vianna explica o motivo que a saúde mental dos moradores de periferias foi mais afetada do que a população geral. 

Antes mesmo da pandemia, já havia uma preocupação com os casos de depressão e suicídio no Brasil. Segundo a cartilha Óbitos por Suicídio entre Adolescentes e Jovens Negros, lançada há dois anos pelo Ministério da Saúde, esse perfil da população tem maior chance de cometer suicídio.

  • Heliópolis
  • pandemia
  • São Paulo