Notícias

Marcelo Queiroga testa positivo para Covid-19 e ficará em quarentena nos EUA

Ministro da Saúde integra comitiva do presidente Jair Bolsonaro que está em Assembleia da ONU

Erick Mota, com Band Notícias e BandNews TV 21/09/2021 • 22:17 - Atualizado em 22/09/2021 • 00:54

O ministro Marcelo Queiroga testou positivo para Covid-19. O diagnóstico positivo foi confirmado pelo próprio ministro na noite desta terça-feira (21).

Em conversa com a repórter Carolina Villela, da Band, Queiroga disse que está com sintomas leves da doença e está isolado no quarto do hotel, em Nova York. Ele disse que pretende seguir trabalhando do local.

Atualmente nos Estados Unidos, onde está com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro para a 76ª Assembleia Geral da ONU em Nova York, o ministro terá que ficar isolado para cumprir o período de quarentena na cidade norte-americana, somente podendo sair com a confirmação do teste negativo para o coronavírus.

“Comunico a todos que hoje testei positivo para #Covid19. Ficarei em quarentena nos #EUA, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária”, disse o ministro em seu perfil no Twitter. O ministro já tomou as duas doses da vacina contra o coronavírus.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social do governo federal informa que o ministro passa bem. A Secom afirma que “os demais integrantes da comitiva realizaram o exame e testaram negativo para a doença”.

Queiroga é o segundo membro da comitiva presidencial a testar positivo para Covid-19. O outro foi um funcionário do Itamaraty. 

O ministro esteve em vários eventos em Nova York com Jair Bolsonaro, que alega não ter tomado as vacinas contra o vírus. Há um sigilo decretado sobre as informações da carteira de vacinação do presidente que vale por 100 anos. 

Em Nova York, ele participou de vários eventos com a comitiva presidencial. Na saída de um deles, fez gestos obscenos para manifestantes de dentro de uma van.

O ministro cumprimentou o primeiro ministro britânico Boris Johnson antes do encontro com o presidente Bolsonaro, que aconteceu na última terça (20).

A previsão é de que a comitiva presidencial chegue ao Brasil nesta quarta (22).

Vídeo: Bolsonaro discursa na ONU e se posiciona contra o passaporte da vacinação

  • Política
  • Brasil