Notícias

Piloto é feito refém para realizar resgate de preso em Bangu

Os criminosos, que agendaram a viagem se passando por passageiros, conseguiram fugir

Yasmin Bachour, da BandNews FM Rio 19/09/2021 • 21:17 - Atualizado em 19/09/2021 • 21:24
Reprodução/BandNews FM Rio
Reprodução/BandNews FM Rio
Helicóptero fez manobra perto do Batalhão de Bangu

Um policial civil, que também é piloto de helicóptero, foi rendido por bandidos que o contrataram para fazer um sobrevoo. A ideia dos criminosos era tentar resgatar um preso no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Adônis Lima saiu da Lagoa, na Zona Sul do Rio, com os bandidos se passando por passageiros, com destino a Angra dos Reis, na Costa Verde, para um sobrevoo panorâmico. Na volta, o policial desconfiou do comportamento dos homens e fez uma abordagem. O agente foi rendido e teve a arma apontada para a cabeça.

Os criminosos, ainda não identificados, obrigaram Adonis a seguir até Bangu para resgatar um preso. O agente acionou o botão de emergência e fez uma manobra simulando uma queda nas proximidades do Batalhão da Polícia Militar de Bangu. Com isso, os criminosos desistiram do plano de resgate e ordenaram que o piloto seguisse até Niterói.

Antes do pouso na cidade da Região Metropolitana, os bandidos pularam na mata e conseguiram fugir.

Buscas foram feitas na região, mas ninguém foi preso. O policial registou a ocorrência na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais, a Draco. Ele passa bem.

  • Rio de Janeiro