Notícias

Policiais paraguaios são presos após sequestrar turistas brasileiros

Da Redação, com Jornal da Band 21/01/2021 • 20:03 - Atualizado em 21/01/2021 • 20:20

Um passeio turístico se transformou em pesadelo para um casal de brasileiros no Paraguai. Eles foram sequestrados por policiais corruptos, que queriam dinheiro. As informações são do Jornal da Band.

Matheus Mangiocca, de 22 anos, e Júlia de Lima Venâncio, 21 anos, passeavam de carro no país vizinho quando foram parados em um posto policial da cidade de Torín, a 100 km da fronteira. Foi quando começou a extorsão.

“Mandaram a gente descer do carro e ir para uma casinha de madeira. Aí disseram que a gente ia preso, que meu noivo ia ficar 25 anos preso, o resto da vida, e eu ia ficar muito tempo. Ou a gente dava dinheiro ou eles iam prender a gente", relata Júlia.

Os policiais corruptos faziam ameaças de acusar o casal de tráfico e prostituição e exigiam o pagamento de R$ 50 mil. Com medo, os jovens, que são de São Paulo, conseguiram que familiares transferissem metade do valor para a conta de Júlia. Mas os sequestradores queriam dinheiro vivo.

Horas depois, um dos policiais levou Júlia até uma agência bancária do lado brasileiro da fronteira, em Foz do Iguaçu. Os funcionários desconfiaram do nervosismo da jovem e chamaram a polícia. As autoridades paraguaias foram acionadas e os policiais corruptos acabaram presos.

"Em nome do estado paraguaio, nós pedimos desculpas pelo o que aconteceu com eles no nosso país. Mencionando que nem todos os servidores públicos agem dessa maneira. E por culpa de poucos, acabam manchando toda a instituição", disse a promotora de justiça paraguaia Estela Ramírez.

  • paraguai
  • brasil
  • fronteira