Notícias

Quarentena de Queiroga em hotel dos EUA deve custar ao menos R$ 20 mil

Ministro deverá ficar isolado no local por pelo menos 10 dias, segundo as regras sanitárias de Nova York

Eduardo Barão, correspondente da Band em Nova York 22/09/2021 • 17:01 - Atualizado em 22/09/2021 • 20:39

Após o diagnóstico de Covid-19, a quarentena feita pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Nova York, no Hotel Intercontinental Barclay, deve custar pelo menos R$ 20 mil somente com a hospedagem.

Pelas regras sanitárias de Nova York, a quarentena de Queiroga deve durar pelo menos 10 dias. Como o ministro está vacinado, se ele não apresentar sintomas nesse período, ele está liberado para retornar ao Brasil.

A diária do quarto mais barato do hotel cinco estrelas e com 700 quartos onde ele está hospedado custa cerca de R$ 2 mil, já somadas as taxas. Já o quarto mais caro custa cerca de R$ 35 mil. Não há informações sobre qual o tipo de hospedagem ele está utilizando. 

Vídeo: encontro de Queiroga com Boris Johnson repercute pelo mundo

Como fica perto da sede das Nações Unidas, o Barclay costuma receber autoridades de todo mundo, como o próprio presidente norte-americano, Joe Biden.

Queiroga acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas nos Estados Unidos. Ele teve o diagnóstico positivo para Covid-19 confirmado na noite da última terça-feira (21).

Além da polêmica do gesto ofensivo contra manifestantes, onde afirmou que “perdeu a paciência” por excesso de trabalho, em relato para colunista da BandNews FM, Mônica Bergamo, o ministro ainda teve contato direto com o presidente Bolsonaro e com o premiê britânico Boris Johnson, além de estar presente em encontros com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e o presidente da Polônia, Andrzej Duda, antes de testar positivo para o vírus.