Notícias

Sem acordo, Câmara desiste de votação e envia PEC da imunidade para comissão

Da Redação, com BandNews TV 26/02/2021 • 18:19 - Atualizado em 26/02/2021 • 20:20

Sem acordo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), desistiu da votação em plenário das novas regras para imunidade parlamentar na tarde desta sexta-feira. As informações são de Erick Mota, da BandNews TV

A oposição, principalmente o PT, questionou a rapidez da tramitação da PEC da imunidade via plenário, e o presidente da Câmara enviou a proposta para uma comissão especial. 

Arthur Lira voltou da viagem a São Paulo para comandar pessoalmente a sessão para iniciar cedo a votação da PEC. Apesar do acordo com lideranças sobre o conteúdo da proposta, Lira foi muito criticado pela oposição por causa do ritmo da matéria, que foi ao plenário sem passar por comissões.

Lira se colocou contra acordos, já que eles tendem a modificar a aprovação da constitucionalidade da proposta.

Entre os principais pontos, a PEC prevê que deputados e senadores só podem ser presos em flagrante por crimes inafiançáveis e ficam sob custódia do Congresso até decisão final do plenário. A Justiça fica proibida de afastar os parlamentares do mandato, como nos casos recentes dos deputados Daniel Silveira (PSL-RJ) e Flordelis (PSD-RJ). 

Veja abaixo a coletiva da relatora da PEC, Margarete Coelho (PP-PI), após a suspensão da sessão:

  • arthur lira
  • pec da imunidade
  • câmara