Notícias

Senadores do PT pedem convocação de Carlos Bolsonaro para depor na CPI da Pandemia

Filho do presidente participou de uma reunião com representantes da Pfizer

Alexandre Bazzan 17/05/2021 • 15:40 - Atualizado em 17/05/2021 • 15:41
O vereador Carlos Bolsonaro
O vereador Carlos Bolsonaro
CMRJ

Os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Rogério Carvalho (PT-SE) fizeram requerimento pedindo a convocação de Carlos Bolsonaro para depor na CPI da Pandemia.

Os parlamentares dizem que "é preciso esclarecer qual é o papel do citado vereador na elaboração da estratégia do governo federal no enfrentamento da pandemia".  

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta relatou à pandemia que Carlos Bolsonaro participava com frequência de reuniões ministeriais e citou um possível assessoramento paralelo ao presidente com pessoas de fora do governo: "Eu, por exemplo, testemunhei várias vezes reunião de ministros onde o filho do presidente, que é vereador no Rio de Janeiro, estava sentado atrás tomando as notas da reunião. Eles tinham constantemente reuniões com esses grupos dentro da Presidência".

O presidente da Pfizer da América Latina corroborou para a versão. Ele afirmou que Carlos Bolsonaro teria participado, ainda que brevemente, de um encontro de negociação de vacinas com representantes da farmacêutica.

O relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros (MDB-AL), tinha dito na semana passada que não defenderia a convocação de Carlos Bolsonaro para não pessoalizar a investigação.  

O requerimento precisa ser aprovado pela maioria dos senadores titulares da CPI, que nesta semana vai ouvir o ex-chanceler Ernesto Araújo, o ex-ministro Eduardo Pazuello e a secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro. Mayra é defensora do tratamento precoce e foi a Manaus na semana da crise de falta de oxigênio para incentivar o uso do "kit covid".

  • Carlos Bolsonaro