Notícias

STJ nega soltar colombianos detidos no Amazonas acusados de integrar as Farc

Eles foram presos em agosto de 2021, quando invadiram uma residência em Japurá (AM)

Da Redação, com BandNews TV 23/01/2022 • 21:33

O Superior Tribunal de Justiça negou o pedido de soltura de dois colombianos acusados de pertencerem às Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (Farc).

Eles foram presos em agosto de 2021, quando invadiram uma residência em Japurá, cidade do Amazonas localizada a cerca de 740 quilômetros de Manaus.

No entendimento do ministro Jorge Mussi, vice-presidente do STJ, o pedido de relaxamento da prisão não se enquadra nas hipóteses de atuação urgente da corte em período de plantão judiciário. A decisão foi publicada na última quarta (19).

A manutenção das prisões pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, para Mussi, foi justificada pela gravidade do crime e pelos indícios de a pupla pertencer à organização paramilitar colombiana.

De acordo com o processo, os colombianos invadiram o local e ameaçaram os moradores. Ambos foram presos em flagrante.