Band Rio

Agente da Força Nacional é baleado em Vila Valqueire, na Zona Oeste

Policial militar de Alagoas está empregado nas ações do governo federal no RJ.

Christiano Pinho, Clara Nery e Agatha Meirelles

Pistolas roubadas de agentes da Força Nacional são recuperadas pela PM.
Pistolas roubadas de agentes da Força Nacional são recuperadas pela PM.
Divulgação / PMERJ
Topo

Um agente da Força Nacional foi baleado na rua Mario Barbedo, em Vila Valqueire, nesta terça-feira (28). O caso aconteceu depois de uma briga, pouco depois das 21h30.

De acordo com informações preliminares, o policial militar de Alagoas, que está empregado nas ações da Força Nacional no RJ, ouviu a confusão e foi checar a situação. Ele se deparou com um dos envolvidos na briga em fuga quando acabou atingido por dois tiros na cabeça.

O militar foi socorrido para o Hospital da Aeronáutica. Não ha informações sobre o estado de saúde dele.

Uma pessoa envolvida na confusão foi baleada no tórax e levada ao Hospital Carlos Chagas.

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que o agente foi baleado. O atirador chega a escorregar e cair no chão, mas consegue fugir. Ele ainda não foi localizado.

A Polícia Civil investiga o caso.

Agentes têm armas roubadas por traficantes no Chapadão

Também nesta terça-feira (28), dois agentes da Força Nacional, um do Acre e outro de Alagoas, entraram por engano no Complexo do Chapadão, na Zona Norte, e tiveram as pistolas e quatro carregadores roubados por traficantes. Os policiais foram liberados pelos criminosos e passam bem.

Eles teriam entrado por engano no conjunto de favelas após pararem para abastecer o carro em um local próximo.

A Polícia Militar fez uma operação de emergência para recuperar o material. De acordo com a corporação, os militares foram atacados a tiros na chegada ao complexo. Durante as buscas encontraram as pistolas 9mm, carregadores e munição abandonados em um terreno.

Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública disse que a Força Nacional está apurando o fato.

A Polícia Civil também investiga o caso.