Band Rio

Moradores do Rio ficam sem água depois de erro da Cedae

Fechamento do Sistema Guandu estava previsto para às 04h da manhã, mas população foi avisada que corte ocorreria às 08h

Beatriz Duncan (sob supervisão) 25/11/2021 • 19:10 - Atualizado em 27/11/2021 • 14:49
Atendimento tinha previsão de normalização em até 12 horas
Atendimento tinha previsão de normalização em até 12 horas
Reprodução/TV Band Rio

O município do Rio de Janeiro teve o abastecimento de água cortado na madrugada desta quinta-feira (25) quatro horas antes do esperado pela população. A suspensão estava marcada para às 8h. Mas, na verdade, o corte aconteceu por volta das 4h.

A suspensão tem previsão de duração de 12 horas e faz parte da manutenção preventiva do Sistema Guandu, que tem como objetivo reduzir os riscos de falta d’agua e melhorar a qualidade do serviço prestado.

O estudante Nicolas de Oliveira está sem água desde domingo (21). O serviço chegou até a ser regularizado, mas com o corte adiantado desta manhã, ele e a família não conseguiram se preparar para o desabastecimento.

“A gente precisa lavar roupa, lavar louça, tomar banho. A gente está precisando ir para a casa de parentes e vizinhos para tomar banho. Até os vizinhos mesmo também estão sem água. Então é complicado, né? A gente chegou a falar com a Cedae, eles vieram aqui (em casa) falaram que iam tentar resolver. A água chegou a normalizar, mas logo em seguida a gente voltou para a mesma situação”, relata Nicolas.

Segundo a concessionária, o erro na verdade não foi na suspensão da água e sim na comunicação com a população.

A comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal do Rio entrou com uma ação contra a Cedae por conta dos transtornos provocados.

Em nota, a concessionária pediu desculpas e informou que o procedimento de corte temporário no abastecimento foi necessário para o procedimento acontecer com segurança.


CONFIRA A NOTA DA CEDAE NA ÍNTEGRA

A Cedae pede desculpas à população pela redução do abastecimento do sistema Guandu antes das 8h. A situação foi sentida por volta das 4h30 nas áreas mais próximas à estação de tratamento. A companhia informa que procedimento é necessário para a segurança da operação, pois há necessidade de controle da pressão da água para o desligamento total. A Cedae está à disposição no SAC (0800-282-1195) e o atendimento é feito por equipe especializada, sem fila de espera. Cabe informar que os carros-pipas solicitados desde o início desta manhã já foram enviados.

  • cedae
  • água
  • abastecimento