Band Rio

Veleiro é arrastado pela Baía de Guanabara por ventos fortes

Os ventos chegaram até 45k/h

Pedro Cardoni* 13/05/2022 • 13:21
O veleiro foi encontrado entre as Praias das Flexas e de Icaraí e precisou ser desmontado
O veleiro foi encontrado entre as Praias das Flexas e de Icaraí e precisou ser desmontado
Reprodução

Uma embarcação foi encontrada encalhada próxima a pedra de Itapuca, entre as Praias das Flechas e de Icaraí, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (13).

O veleiro estava ancorado na Urca, Zona Sul do Rio de Janeiro, e foi arrastado pelos fortes ventos que atingiram a Capital Fluminense, que chegaram até 45km/h. A embarcação foi arrastado pela Baía de Guanabara até a Praia das Flechas.

"Esse barco está com uma recuperação muito difícil. É a primeira vez que eu vejo um barco assim, moro aqui há muitos anos", contou Carlos Alfredo Nieva, morador da região.

Especialistas afirmam que os ventos registrados essa semana aconteceram devido a um ciclone. Além disso, alertam que um novo ciclone deve ser sentido pelos cariocas na próxima semana, a partir da próxima terça-feira (17).

"O que a gente teve com relação aos ventos essa semana foi a passagem de um ciclone extratropical bem longe da gente pelo oceano, que ocasionou esses ventos mais intensos e também ajudou no transporte de ar frio. Na semana que vem, vamos ter a passagem de outro ciclone, se intensificando entre quarta e sexta. É um ciclone muito grande, bem diferente do que a gente está acostumado", alertou Márcio Cataldi, meteorologista e professora da Universidade Federal Fluminense.

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) identificou o veleiro e contatou o proprietário para a retirada da embarcação do local. O veleiro precisou ser desmontado para ser removido da praia.

*Estagiário sob supervisão de Stephanie Mendonça