Notícias

Cesta básica fica mais cara em maio no Vale do Paraíba

Dados do NUPES-Unitau, apontaram que as carnes vermelhas puxaram a alta; produtos de higiene pessoal e limpeza doméstica também foram os vilões

Lucas Rodrigues, Rádio Band Vale FM 10/06/2021 • 15:39 - Atualizado em 10/06/2021 • 15:45
A grande demanda internacional pelas carnes vermelhas enfraqueceram o mercado interno, fazendo os preços dispararem.
A grande demanda internacional pelas carnes vermelhas enfraqueceram o mercado interno, fazendo os preços dispararem.
REUTERS/ Paulo Whitaker

A carne bovina segue pesando no bolso do consumidor, e encarece o valor da cesta básica no Vale do Paraíba. A informação é do Núcleo de Pesquisas Econômico Sociais da Unitau (Nupes-Unitau). Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 10.

No geral, a cesta básica teve um aumento de 1,76% nas cidades pesquisadas.  O valor médio passou para R$ 2.066,39.

Desde o final de 2020, as carnes vermelhas tem sido as principais vilãs pro bolso do consumidor. A cesta acumulou seis meses de alta, entre setembro de 2020 e janeiro de 2021, puxadas principalmente por esse produto.

Em maio, isso voltou a se repetir. No balanço do mês passado, a média de aumento foi de 11% em três tipo de carne pesquisadas.

De acordo com o Nupes, a grande demanda internacional pelas carnes vermelhas, principalmente por parte da China - que se tornou uma das maiores importadoras de carne - enfraqueceram o mercado interno, fazendo os preços dispararem. Somado a isso, o aumento nos insumos pra produção de ração, fizeram com que o produto encarecesse ainda mais aqui no Brasil.

Produtos Industrializados

Uma surpresa no aumento da cesta no mês passado, foi a alta nos preços de produtos de higiene pessoal e limpeza. Apesar de tímidas, na comparação com a carne, as altas desses produtos pesaram no bolso em maio.

A higiene pessoal ficou 2,54% mais cara, dentro dos produtos pesquisados no Vale do Paraíba. Já a limpeza doméstica, subiu 3,29%.

Para os especialistas do Nupes, os aumentos no preço dos combustíveis e o valor da energia elétrica no Brasil, impactaram diretamente no preço desses produtos.

O Nupes realiza a pesquisa da cesta básica em quatro cidades da nossa região: Taubaté, São José dos Campos, Caçapava e Campos do Jordão.

Caçapava tem o valor mais alto da cesta: R$ 2.142,10. Já a mais barata, está em São José dos Campos: R$ 2.008,81.

Em dados percentuais, Campos do Jordão apresentou a alta mais expressiva, cerca de 4%. Devido ao aumento das atividades econômicas no período mais frio do ano, a suíça brasileira tende a ter uma maior movimentação, o que contribui para a elevação dos preços nos supermercados.

  • cesta básica
  • carne bovina
  • vale do paraíba