Band Vale

Pindamonhangaba, São Sebastião e Ilhabela puxam região em ranking de exportação

Municípios registram aumento de exportação entre janeiro e abril; ranking lista 10 maiores exportadoras

Leandro Oliveira 21/05/2022 • 11:20
Pindamonhangaba, São Sebastião e Ilhabela puxam região em ranking de exportação
Pindamonhangaba, São Sebastião e Ilhabela puxam região em ranking de exportação
Divulgação/Prefeitura de Pindamonhangaba

O ranking de exportações de janeiro a abril deste ano registra crescimento de vendas para o exterior em oito das 10 maiores exportadoras do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Apenas Taubaté e São José dos Campos registraram recuo na comparação com o mesmo período do ano passado.

O município que mais expandiu as exportações foi Pindamonhangaba. O crescimento foi de 196,2%, com saldo bruto de US$ 564, 74 milhões. Pinda é a 34ª cidade que mais exporta em todo o país, tendo como matéria base os produtos semimanufaturados de ferro ou aço.

São Sebastião cresceu 146,4% nos quatro primeiros meses de 2022 , tem saldo de US$ 803,35 milhões e é o 19° maior exportador do país. Ilhabela expandiu 82,6%, tem um acumulado de US$ 1 bilhão 357 milhões e é a 10ª maior exportadora. Os dois municípios do Litoral Norte são alavancados pela exportação de petróleo.

Jacareí aumentou em 5,1% o volume de exportações e fechou o primeiro quadrimestre com US$ 182,46 milhões vendidos. 

Saldo negativo

A segunda maior exportadora, em números absolutos, é São José dos Campos, que registrou um acumulado de US$ 647 milhões com o comércio de veículos aéreos. Na comparação entre 2022 e 2021, houve recuo de 4,8% no volume exportado. Ainda assim, São José é a 28ª cidade no ranking nacional de exportação.

Taubaté também apresentou recuo nos quatro primeiros meses. O saldo é -34,5%, com US$ 120,2 milhões vendidos para o exterior. O setor que alavanca a exportação é o automotivo, responsável por 58% das vendas para o exterior no município.

Crescimento

Outros municípios da região também registraram aumento de exportações e tem acumulado inferior a US$ 100 milhões vendidos nos primeiros quatro meses deste ano. 

Guaratinguetá, com US$ 91 milhões em vendas, cresceu 17,8% o volume exportado. Lorena somou US$ 48,07 milhões em vendas e ampliou em 208%. 

Caçapava expandiu 9,2% e vendeu US$ 31,54 milhões entre janeiro e abril. Cruzeiro aumentou as vendas em 27,1% e teve volume de US$ 19,65 milhões.

Os dados são do Comex Stat, uma ferramenta de consultas e extração de dados do comércio exterior do Ministério da Economia.