BandNews FM

CPI da Pandemia vai ouvir diretor da ANS e médico da Prevent Senior

Esta pode ser a última semana de depoimentos, relatório final das investigações deve ser apresentado no dia 19 e votado no dia seguinte

BandNews FM 04/10/2021 • 07:14 - Atualizado em 04/10/2021 • 07:50
CPI da Pandemia se prepara para última semana de depoimentos com foco na Prevent Senior.
CPI da Pandemia se prepara para última semana de depoimentos com foco na Prevent Senior.
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A CPI da Pandemia entra na reta final dos trabalhos e se prepara para ouvir as últimas testemunhas convocadas pelos senadores. A expectativa é que o colegiado recebe o diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar, responsável por regular e fiscalizar planos de saúdes. A ANS é cobrada por explicações sobre a Prevent Senior, operadora de saúde que entrou no foco da CPI por receitar remédios sem eficácia comprovada contra a Covid-19. A empresa também é acusada de irregularidades no manejo de pacientes com a doença. Um dos médicos que denunciou o plano de saúde também deve prestar depoimento nesta semana.

Esta deve ser a última semana de depoimentos na CPI. Já que os senadores se debruçam sobre provas já colhidas e documentos entregues ao colegiado para a elaboração do relatório final das investigações. O senador Renan Calheiros, que é o relator da investigação sobre omissões do governo federal no combate à pandemia, deve apresentar o relatório completo no dia 19 de outubro. A previsão é que o texto seja votado no colegiado no dia seguinte.

O resultado das investigações serão encaminhados para a Procuradoria-Geral da República decidir pela abertura ou não de inquéritos contra agentes públicos com foro privilegiado. Os resultados da investigação também devem ser remetidos para outras instâncias com pedidos de mais investigações ou abertura de processos judiciais contra as pessoas investigadas pela CPI.

CALENDÁRIO DA SEMANA

Na terça-feira (05), o colegiado recebe o sócio da VTCLog, empresa que mantinha contrato com o Ministério da Saúde. A companhia teria sido beneficiada pelo então diretor de logística da pasta, Roberto Ferreira Dias, em contratos e estaria envolvida em irregularidades na distribuição de vacinas. Raimundo Nonato Brasil deve ser questionado sobre a atuação da VTCLog junto ao ministério e possíveis interferências do deputado federal Ricardo Barros em negócios da empresa. A companhia assinou contrato com o ministério pela primeira vez em 2018, quando Barros era ministro da Saúde do governo Michel Temer.

Na quarta-feira (06), os senadores recebem o diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar, Paulo Roberto Rebello Filho. Ele será cobrado sobre investigações da ANS contra a Prevent Senior. A operadora de planos de saúde é acusada pela difusão em massa do “kit Covid”, conjunto de medicamentos ineficazes contra a doença pandêmica. Rebello foi também chefe de gabinete do Ministério da Saúde entre 2016 e 2018, na gestão do deputado Ricardo Barros.

Por fim, na quinta-feira (07), existe a possibilidade de um dos médicos que denunciou supostas irregularidades na Prevent Senior compareça para depor.