BandNews FM

Estado de São Paulo caminha para maior flexibilização no comércio

Mesmo com novas medidas, distanciamento e uso de máscara continuam obrigatórios

Rádio BandNews FM 02/08/2021 • 16:49 - Atualizado em 02/08/2021 • 17:26
Esta segunda-feira (02) é o primeiro dia útil desde que o estado de São Paulo flexibilizou as restrições ao funcionamento do comércio.
Esta segunda-feira (02) é o primeiro dia útil desde que o estado de São Paulo flexibilizou as restrições ao funcionamento do comércio.
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Esta segunda-feira (02) é o primeiro dia útil desde que o estado de São Paulo flexibilizou as restrições ao funcionamento do comércio. As novas medidas permitem um horário de funcionamento ampliado até meia-noite e a expansão da ocupação dos estabelecimentos para até 80% da capacidade. Porém, o uso de máscaras e os protocolos de distanciamento e higiene continuam obrigatórios.  

"Temos dados positivos que nos dão a segurança de dar esse próximo passo", afirmou, em entrevista à BandNews FM, a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen.  

As novas medidas valem até o dia 16 de agosto, quando é a previsão do governo para que toda a população adulta de São Paulo já tenha recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.  

A partir do dia 17 de agosto, o comércio não terá restrições de horário e nem de ocupação. A regra é válida para todo estado.  

Ainda na entrevista, Patricia Ellen disse: "não estamos abrindo mão das máscaras e distanciamento. Mesmo a partir do dia 17, o uso de máscaras segue obrigatório, os protocolos de distanciamento e higiene também (...) São Paulo vai manter manter essa regra para que possamos dar o próximo passo na flexibilização".  

De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, as internações tiveram queda de 14% e os óbitos de 26,9% na última semana. Outro número importante é a redução na ocupação de leitos, que está inferior a 50% em todo estado. Esses são os menores números em São Paulo desde o início da pandemia.

Confira a entrevista completa com a secretária do Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen:  

  • São Paulo
  • Brasil
  • Internacional