BandNews FM

Ministro da Justiça diz que Robinho pode cumprir pena no Brasil

A informação foi confirmada por Flávio Dino em entrevista exclusiva à BandNews FM

Rádio BandNews FM

O ministro da Justiça, Flávio Dino, afirmou nesta quarta-feira (18) que o ex-jogador Robinho, condenado por estupro na Itália, pode cumprir pena no Brasil. A informação foi confirmada em entrevista exclusiva à rádio BandNews FM.

Condenado a 9 anos de prisão, pelo estupro de uma mulher albanesa em 2013, o ex-jogador teve a extradição negada em novembro de 2022. No entanto, a Constituição brasileira proíbe o governo federal de forçar cidadãos natos que estejam no país a cumprir sentenças em outros países.

Caberá ao Ministério da Justiça avaliar um eventual pedido do governo italiano para que Robinho cumpra a pena em um presídio brasileiro. “Pode, em tese, haver o cumprimento de pena. Mas é algo a ser examinado posteriormente quando isso efetivamente tramitar. Até o momento não chegou em minhas mãos”, destacou o ministro.

Flávio Dino acrescentou que não pode “emitir opinião ou antecipar uma decisão” neste momento, mas ressaltou que criminosos devem ser punidos.

Na quinta-feira (19) marca um ano da condenação de Robinho na Corte de Cassação da Itália, última instância do judiciário no País.

Robinho chegou a ser especulado recentemente como possível jogador da Portuguesa Santista. Ele visitou o clube nesta semana, mas a negociação foi descartada pelo clube.