Economia

Governo confirma aumento do teto da aposentadoria de R$ 6.433 para R$ 7.087

Reajuste para quem recebe acima do salário mínimo foi publicado no Diário Oficial da União nesta quinta

Nathália Pase 20/01/2022 • 08:58 - Atualizado em 20/01/2022 • 10:35

O governo confirmou nesta quinta-feira (20) o reajuste de 10,16% no pagamento de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem benefícios acima do salário mínimo. 

Com a medida, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22. O piso, por sua vez, segue sendo R$ 1.212, valor do salário mínimo. A portaria foi publicada na edição de hoje do “Diário Oficial da União”. 

Vale ressaltar que o reajuste de 10,16% é válido apenas para quem estava recebendo benefícios do INSS em 1º de janeiro do ano passado. Quem começou a receber a partir de fevereiro de 2021 terá percentual menor de aumento, confirme a tabela abaixo. 

  • Até janeiro de 2021: 10,16%
  • Em fevereiro de 2021: 9,86%
  • Em março de 2021: 8,97%
  • Em abril de 2021: 8,04%
  • Em maio de 2021: 7,63%
  • Em junho de 2021: 6,61%
  • Em julho de 2021: 5,97%
  • Em agosto de 2021: 4,90%
  • Em setembro de 2021: 3,99%
  • Em outubro de 2021: 2,75%
  • Em novembro de 2021: 1,58%
  • Em dezembro de 2021: 0,73%