Economia

Microsoft anuncia compra da Activision Blizzard por quase US$ 70 bilhões

Acordo tornará empresa que controla o Xbox a 3ª maior companhia de games em valor de receita, atrás de Sony e Tencent

Da Redação, com BandNews TV e BandNews FM 18/01/2022 • 13:52 - Atualizado em 18/01/2022 • 20:45

A Microsoft anunciou a compra da gigante produtora de jogos online Actvision Blizzard. As cifras giram em torno de US$ 68,7 bilhões (R$ 378 bilhões, na conversão), e o negócio deve ser finalizado em 2023.

É a maior negociação já realizada pela empresa fundada por Bill Gates em 46 anos de história. A aquisição traz títulos como Call of Duty, World of Warcraft e Candy Crush para a empresa, que controla a plataforma Xbox.

A compra indica um grande investimento da companhia no desenvolvimento do chamado metaverso, considerado a próxima geração da internet, misturando o tradicional mundo virtual com a realidade aumentada.

O acordo, que ainda precisa ser autorizado pelas autoridades americanas, tornará a Microsoft como a terceira maior companhia de games em valor de receita, atrás da chinesa Tencent e da Sony - rival da Microsoft na área de consoles e fabricante do PlayStation.

Chama a atenção também pelo fato de a Microsoft aparentemente ignorar as denúncias de abuso sexual feitas por funcionárias e ex-funcionárias da Activision, que passa por crise de relações públicas. Segundo elas, a empresa faz vista grossa para casos de assédio. Após as denuncias, 37 funcionários da Activision foram demitidos.

A compra acontece em meio ao momento mais frágil da produtora de games, que tem cerca de 400 milhões de jogadores no mundo.

Entrevistado na BandNews FM, o jornalista do portal “The Enemy Brasil” e podcaster Guilherme Dias ressaltou que os valores movimentados dão uma dimensão do tamanho do mercado de games. O acordo fica logo atrás, por exemplo, da compra da Fox pela Disney, fechada por US$ 71 bilhões.

Para ele, essas cifras também evidenciam que o mundo de games deve aparecer cada vez mais - e com mais qualidade - em outras áreas da cultura e do entretenimento.