Masterchef

Larissa do MasterChef se diz líder nata e sonha trocar veterinária pela cozinha

A médica veterinária mineira tem 25 anos e está com foco total na competição. Ela quer mudar de profissão e o programa é sua grande oportunidade; conheça a participante:

Amanda Caroline e Stefani Sousa 10/05/2022 • 13:02
Larissa é participante do MasterChef Brasil 2022
Larissa é participante do MasterChef Brasil 2022
Divulgação/Band

Larissa, de Belo Horizonte (MG), é uma das competidoras do MasterChef Brasil 2022. A médica veterinária de 25 anos atua no resgate de animais e também é apaixonada pela saga ‘Senhor dos Anéis’. A paixão pela gastronomia, contudo, sempre andou lado a lado com seus demais interesses, não à toa, sonha em trabalhar na cozinha.

A mineira conta em entrevista ao Band.com.br que começou a cozinhar aos 12 anos, sempre ao lado da mãe. “A culinária entrou na minha vida por necessidade, por ter que ajudar a minha mãe em casa. Infelizmente, a gente achava que o papel da mulher era saber cozinhar, mas isso mudou. Depois de um tempo, cozinhar por obrigação não bastava, queria cozinhar por gosto”, explica.

Não demorou muito para Larissa evoluir: ela passou a comandar a churrasqueira e o fogão nos fins de semana. Hoje, a gastronomia é seu descanso em meio à rotina atribulada. “Quando não estou trabalhando, estou em casa, cozinhando. Isso é relaxante e extremamente prazeroso para mim”, afirma.

Larissa sempre sonhou em ser veterinária, mas se decepcionou com o mercado de trabalho. Atualmente, ela pensa em mudar de profissão. “Não estou nem um pouco satisfeita com a medicina veterinária, infelizmente. Trocaria essa carreira pela gastronomia, sim, visto que é o que me deixa mais feliz”, dispara.

O MasterChef Brasil estreia dia 17 de maio de 2022, às 22h30, na Band TV, no site e aplicativo BandPlay

Concentração é seu ponto forte

A cozinheira amadora é muito focada, o que pode lhe dar vantagem no jogo do MasterChef Brasil. Larissa também está acostumada a lidar com críticas e se diz muito competitiva. “Olho para uma cesta de alimentos e em 30 segundos eu já sei o que quero fazer”, dispara. Uau!

Seu ponto fraco no programa pode ser a memória, que não é das melhores. “Isso é muito ruim na confeitaria porque eu não consigo lembrar das doses das coisas. É péssimo”, desabafa.

Mas, ela tem tudo para superar as adversidades do talent show e brilhar. Já estamos ansiosos, inclusive, para vê-la nas provas em equipes. “Sou extremamente competitiva. Estive à frente de grupos de estudo na faculdade e fui representante de turma por quatro anos seguidos. Meus professores sempre me falaram que sou uma líder nata”, finaliza.