Fórmula 1

Gabriel Bortoleto é anunciado no programa de desenvolvimento da McLaren

Piloto brasileiro tem futuro definido após título da temporada 2023 na Fórmula 3

Da redação

O brasileiro Gabriel Bortoleto, campeão da temporada 2023 da Fórmula 3, foi anunciado nesta quinta-feira (5) como novo integrante do programa de desenvolvimento de pilotos da McLaren.

Com o ingresso, Bortoleto passa a ser um dos cinco integrantes da atual formação do projeto. Além dele, fazem parte também o mexicano Pato O’Ward (da Fórmula Indy), o japonês Ryo Hirakawa (do Mundial de Endurance), o norte-americano Ugo Ugochukwu (da Fórmula 4 italiana) e o italiano Brando Badoer (da Fórmula 4 italiana). O italiano também foi anunciado nesta quinta-feira para um contrato de avaliação por um ano.

De quebra, o paulista de 18 anos ainda é o segundo brasileiro a ser convidado para o programa. Em 2019, Sérgio Sette Câmara – então na Fórmula 2 e atualmente na Fórmula E – também marcou presença.

Na nova função, Bortoleto trabalhará sob a tutela de Emanuel Pirro. O italiano teve passagem discreta pela Fórmula 1 entre 1989 e 1991, mas se destacou ao vencer cinco edições das 24 Horas de Le Mans.

“Estou animado por fazer parte do programa de desenvolvimento de pilotos da McLaren. Sou grato à McLaren e a Emanuele por me darem essa oportunidade”, disse o brasileiro. “Já estive no MTC (Centro de Tecnologia da McLaren) para um tour e para conhecer a equipe, o que foi uma experiência muito legal. Estou ansioso para continuar trabalhando em meu desenvolvimento ao lado de uma ótima equipe.”

A chegada de Bortoleto foi bastante elogiada por Emanuele Pirro, que se mostrou otimista com a contratação.

“Estou feliz de dar as boas-vindas a Gabriel ao programa de desenvolvimento de pilotos da McLaren. Conheço bem ele desde o começo de sua carreira no automobilismo, e ele tem tudo que precisa dentro e fora das pistas para ser um astro. Ele também se encaixa muito bem em nossa cultura de equipe na McLaren”, afirmou o dirigente.

Iniciado em 1998, o McLaren Driver Development Programme já contou com diversos pilotos que chegaram à Fórmula 1. Nomes como Lewis Hamilton, Alexander Albon, Kevin Magnussen e Lando Norris integraram as fileiras do time nas categorias de base. Giedo van der Garde, Stoffel Vandoorne e Nyck de Vries, todos ex-F1, também fizeram parte.

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais