Fórmula 1

GP da Bélgica renova contrato e permanece na Fórmula 1 em 2023

Apesar de anúncio, não há informações se etapa continua nos próximos anos

Da redação

Apesar de anúncio, não há informações se etapa continua nos próximos anos
Apesar de anúncio, não há informações se etapa continua nos próximos anos
@circuitspa/Twitter

O Grande Prêmio da Bélgica permanecerá no calendário da Fórmula 1 em 2023. A informação foi informada pela categoria neste domingo (28).

“A Fórmula 1 confirma que o Grande Prêmio da Bélgica estará no calendário de 2023 diante de um acordo para prorrogar nossa parceria. Mais detalhes do calendário de 2023 serão anunciados no devido momento”, informou a F1 em nota.

O contrato atual da etapa com a F1 se encerra em 2022, e a renovação já vinha sendo discutida nos últimos meses. Em entrevista ao canal de TV britânico Sky Sports, o diretor-executivo da Fórmula 1, Stefano Domenicali, elogiou o trabalho feito pelos organizadores do GP da Bélgica para assegurar a permanência.

“Vocês viram o investimento que eles fizeram. Vocês viram o número de pessoas que vêm aqui. Uma multidão incrível, uma atenção incrível para as pessoas, e isso é ótimo”, disse Domenicali. “Sempre dissemos que a corrida é parte de nossa tradição, e tem um espaço muito importante no nosso calendário.”

Apesar do anúncio, a presença de Spa foi confirmada apenas para 2023. Não há informações a respeito dos anos seguintes.

Enquanto a Bélgica se manterá na F1, outros GPs correm o risco de deixar o calendário. As etapas de Mônaco, Áustria e Cidade do México têm contratos apenas até 2022 e dependem de renovação para permanecer. A França também tinha contrato até para este ano e não retorna em 2023.

No caso de Monte Carlo, as negociações estão bem encaminhadas, o que deve assegurar o GP de Mônaco na F1 em 2023. A informação foi apurada por Jayme Brito, produtor-executivo da categoria na Band.

Entre os pilotos do grid atual da Fórmula 1, muitos defendiam a permanência de Spa. “Seria lamentável perder Spa. É a minha pista favorita em todo o mundo, e ficou melhor com as mudanças que fizeram nas áreas de escape e tudo mais”, afirmou Max Verstappen, da Red Bull, em julho.

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais