Fórmula 1

Leclerc cedeu posição para tentar garantir vice da Ferrari em Abu Dhabi; entenda

Estratégia ousada teria deixado equipes empatadas em pontos, mas com vantagem italiana

Da redação

Topo

Charles Leclerc tentou uma estratégia ousada neste domingo (26) para buscar o vice-campeonato do Mundial de construtores 2023 para a Ferrari. No entanto, a equipe precisou se contentar com o terceiro lugar na disputa, perdendo a posição para a Mercedes.

O protagonista da estratégia era Sergio Pérez. O mexicano da Red Bull vinha em terceiro lugar, atrás de Leclerc, mas à frente da Mercedes de George Russell. E com uma punição de cinco segundos a cumprir por um toque de Lando Norris, da McLaren.

Na última volta, o monegasco cedeu o segundo lugar para Pérez, para que o mexicano tentasse abrir mais de cinco segundos para Russell. Se desse tudo certo, Checo cairia apenas para o terceiro lugar, atrás de Leclerc; Ferrari e Mercedes empatariam em 406 pontos, com vantagem italiana por ter uma vitória no ano.

No fim, porém, Pérez cruzou em segundo, mas como a vantagem não foi suficiente, perdeu duas posições por causa da punição. Com Leclerc em segundo e Russell em terceiro, a Mercedes venceu a Ferrari por 409 a 406.

“Como Checo tinha uma punição de cinco segundos, tivemos que ajuda-lo dando passagem para ele terminar na frente de George. Eu tentei dar para ele o DRS e um vácuo, mas infelizmente não foi suficiente”, afirmou o piloto do carro 16, que procurou se conformar.

“Estou feliz porque, em um final de semana desses, não havia nada que pudéssemos ter feito melhor. Como equipe, definitivamente não era certeza de que estávamos no segundo carro mais rápido neste fim de semana, mas fizemos um trabalho incrível fazendo tudo certo.”

Saiba como receber notificações de notícias de Band.com.br no seu celular

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais