Fórmula 1

Oito relógios de Michael Schumacher são arrematados por R$ 22 milhões em leilão

Família do heptcampeão de F1 disponibilzou apenas uma parte da grande coleção de relógios que o alemão possui

Da redação

Relógios de Schumacher vão a leilão
Relógios de Schumacher vão a leilão
Reprodução/Christies

Em um leilão realizado nesta terça-feira (14), oito relógios da coleção de Michael Schumacher foram arrematados por nada menos que US$ 4,41 milhões (aproximadamente R$ 22 milhões). O lote, disponibilizado pela família do heptacampeão de F1, representa apenas uma parte da grande coleção do ex-piloto alemão. 

O destaque do leilão foi uma peça da marca F.P. Journe Vagabondage (à direita na foto), dado a Schumacher pelo então chefe da Ferrari, e amigo pessoal do piloto, Jean Todt. O relógio foi fabricado em 18 quilates de ouro, com a face vermleha, e os logos da Ferrari, o capacete de Schumacher e o número “7”, representando os título do alemão da F1. O item foi arrematado por US$ 1,6 milhão (aproximadamente R$ 8,2 milhões).

Outra peça de destaque, também presente de Jean Todt, foi um relógio da marca Audemars Piguet (à esquerda na foto), que conta com o cavalinho rampante da Ferrari e o capacete de Schumacher. O item foi arrematado por US$ 460 mil (cerca de R$ 2,3 milhões).

Em 29 de dezembro de 2013, Michael Schumacher estava esquiando com a família em um resort nas montanhas de Méribel, na França. Saiu da trilha demarcada e sofreu um grave acidente, batendo a cabeça contra uma rocha. Desde então, pouco se sabe sobre o estado de saúde do heptacampeão de Fórmula 1. 


 

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais