Fórmula 1

Preço “razoável” transforma boné da Haas em souvenir disputado entre torcida no GP de São Paulo

Adereço da equipe lanterna do Mundial de 2021 da F1 é encontrado por R$ 200 em Interlagos

Emanuel Colombari, de Interlagos

Clinter Marchi, de Campinas, garantiu o boné da Haas como recordação Emanuel Colombari/Band
Emanuel Colombari/Band

A Haas pode ser a lanterna do Mundial de Construtores da Fórmula 1 em 2021, sem pontuar após as 18 primeiras etapas da temporada. Mas os bonés da equipe norte-americana se mostraram populares entre o público do Grande Prêmio de São Paulo.

O motivo é simples: o preço. Enquanto os adereços da Mercedes são vendidos por até R$  900, os da Haas eram encontrados por R$ 200 nas lojas de produtos oficiais da Fórmula 1 no setor A das arquibancadas de Interlagos.

Resultado: na manhã de sábado, o estoque da peça tinha esgotado nas lojinhas. Embora tenham sido repostos, sumiram novamente das vitrines na manhã deste domingo.

Breno Dantas, de 30 anos, era um dos fãs usando o modelo - de temporadas anteriores - neste domingo. Ele admite que comprou “pelo preço, primeiramente”, mas se mostrou animado com o time de Gene Haas.

“Acho que a equipe vem forte para o ano que vem. É uma equipe promissora”, diz o torcedor, de Brasília.

Segundo Breno, a Haas não era o plano A na hora de comprar adereços, mas os preços impediram mais compras.

“Eu queria um da McLaren, mas tem poucas opções. Tem mais Mercedes e Ferrari. Vim outros anos e tinha boné de R$ 150, R$ 200. Esse aqui era R$ 200. Não é barato, mas é razoável”, relatou.

A opção foi semelhante à de Clinter Marchi, 30 anos. Em busca de uma recordação da prova, procurou o boné na loja na sexta-feira, mas só comprou no sábado de manhã.

“Sexta tinha bastante, aí ontem tinham só cinco”, lembrou o fã, de Campinas (SP). “Na sexta eu olhei e achei o mais barato”.

A exemplo do torcedor de Brasília, Clinter também demonstrou animação com a equipe - e com o novo boné.

“Eu pensei em comprar pelo preço, mas queria encontrar o Pietro (Fittipaldi) para autografar”, diz, em referência ao brasileiros que é piloto reserva da escuderia.

A Band transmite o GP de São Paulo neste domingo a partir das 13h30 (de Brasília). 

Notícias

Carregar mais