Jogo Aberto

Cuca admite “peso” do jejum do Galo, provoca Ronaldo e defende Hulk na seleção

Técnico do Atlético conversou com Jogo Aberto após festa: "Tem que extrapolar. Merecíamos"

Da Redação, com Jogo Aberto 03/12/2021 • 14:15 - Atualizado em 03/12/2021 • 14:55
Cuca comemorou o título do Galo
Cuca comemorou o título do Galo
Site Oficial/Atlético

Depois de muita festa ao longo da madrugada com a torcida do Atlético-MG, o técnico Cuca participou por telefone do Jogo Aberto desta sexta-feira (03) e admitiu que mal teve tempo para descansar.

“Chegamos 1h, 2h da manhã da Bahia, fomos para a festa da taça, aí lembrei que a chave de casa tava no CT e fiquei lá mesmo descansando. Foi uma comemoração muito grande e merecida por tudo que passamos neste ano, inclusive no jogo de ontem (quinta)”, afirmou.

O Galo encarou o Bahia em Salvador e levou dois gols no segundo tempo, mas teve força para buscar a virada por 3 a 2 e o título antecipado, o que deixou Cuca aliviado.

“Quando você toma 2 a 0 você pensa no futuro. Se não conseguir hoje tem domingo o Bragantino, que luta pela Libertadores. Depois, se não conseguir, fecha com o Grêmio, que está vivo… Passa muita coisa na cabeça. Quando aconteceu a virada maravilhosa, da forma como foi, a gente fica feliz e extrapola com merecimento”. 

O treinador admitiu inclusive que os 50 anos sem título brasileiro aumentavam a pressão e aproveitou para cutucar Ronaldo Giovaneli, comentarista que não escondeu a torcida contra o Galo ao longo do Brasileirão e entrou em embates com Heverton Guimarães no Jogo Aberto. 

“Vai se criando uma ansiedade muito grande. Não estamos falando de um time que ganhou o Brasileiro há quatro anos, mas há 50. Era um peso muito grande mesmo a gente não estando aqui nestes 50 anos. A gente tinha essa responsabilidade. Acho que o único que viu o primeiro título foi o Ronaldo, que é o mais velhinho aqui da turma”, disparou, arrancando risos do próprio comentarista corintiano, que o parabenizou pela conquista. 

Cuca ainda falou que uma reunião vai definir como o Galo vai a campo nas duas últimas rodadas do Brasileiro - o time alvinegro, vale lembrar, ainda disputa a final da Copa do Brasil contra o Athletico-PR nesta temporada. 

“Ainda não está planejado. Vamos conversar com fisiologia, departamento médico e avaliar. Mas temos que respeitar o campeonato, que ainda tem muitas equipes que vivem drama contra o rebaixamento e brigam por vaga na Libertadores e na Sul-Americana. Tem que respeitar até o final”. 

Por fim, Cuca ainda admitiu que conversou com Cesar Sampaio, auxiliar de Tite, sobre Hulk na seleção. “O Tite tem muitas opções e o Hulk é uma delas. Seleção é momento e o momento do Hulk é maravilhoso. Torço para que seja convocado”, concluiu.