Esportes

Presidente do Flamengo é denunciado por fraude em fundos de pensão

Rodolfo Landim e mais 4 são acusados de rombo de R$ 100 milhões de reais a fundos de pensão de funcionários de estatais

Da Redação, com BandNews TV 28/07/2021 • 17:44 - Atualizado em 28/07/2021 • 19:53
Rodolfo Landim e o ex-presidente do BNDES, Demian Fiocca, são acusados de gestão fraudulenta
Rodolfo Landim e o ex-presidente do BNDES, Demian Fiocca, são acusados de gestão fraudulenta
Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente do Flamengo e mais quatro pessoas foram denunciados pelo Ministério Público Federal de Brasília por prejuízo a fundos de pensão. Rodolfo Landim e o ex-presidente do BNDES, Demian Fiocca, são acusados de gestão fraudulenta.

Segundo a investigação do MPF, que tramita na 10ª Vara da Justiça Federal, eles atuaram em uma operação financeira que teria causado um rombo de R$ 100 milhões de reais a fundos de pensão de funcionários de estatais da Funcef (Fundação dos Economiários Federais, da Caixa), Petros (Petrobras) e Previ (Branco do Brasil).

Autoridades suíças comunicaram suspeitas de lavagem de dinheiro feita por meio de uma conta que o presidente do Flamengo teve no banco Credit Suisse, entre 2008 e 2012.

O caso foi remetido para investigação da Polícia Federal. Se condenados, as penas variam entre 3 a 12 anos de prisão.

A defesa de Landim disse que ainda não foi notificada da denúncia e o Flamengo afirmou que o assunto "em nada diz respeito ao clube".

  • rodolfo landim
  • flamengo
  • mpf