Esportes

Presidente do América-MG nega Bauermann no Santos e agradece Mancini

À Rádio Bandeirantes, Alencar da Silveira negou que esteja torcendo pelo rebaixamento do Grêmio

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 02/12/2021 • 10:38

Em participação no programa Esporte em Debate, da Rádio Bandeirantes, o presidente do América-MG, Alencar da Silveira, negou que o zagueiro Eduardo Bauermann já esteja acertado com o Santos. 

“Não tem nada. Outro dia até brincava com ele no CT e o jogador mesmo não sabe nada e está focado nos nossos dois últimos jogos. Nada chegou até o América do Santos”, afirmou o dirigente.  

Alencar disse que a diretoria americana está conversando com empresários de outros destaques do elenco na boa campanha na Série A, como o meio-campista Alê, para que sigam em 2022. A única baixa no momento é o atacante Ademir, já acertado com o Atlético-MG. 

O presidente pediu cautela e afirmou que não pode pensar em montar um “time de Libertadores” mesmo que o Coelho confirme a vaga histórica no torneio continental - neste momento o time é oitavo colocado e iria para a primeira fase eliminatória. 

“É o sonho nosso e de todo o torcedor. Mas não adianta sonhar com coisa grande e aí não conseguir o objetivo, cair na pré-Libertadores e ficar com a despesa para depois. Precisamos ter pés no chão”.

Mancini no Grêmio e provocação ao Galo

Na conversa com Alexandre Praetzel e João Paulo Cappellanes, Alencar da Silveira aliviou o discurso quando questionado sobre o técnico Vágner Mancini, que abandonou o América durante o Brasileiro para encarar o desafio de tentar salvar o Grêmio do rebaixamento. Ele disse que não torce contra o treinador.

“De jeito nenhum. Acho que o Mancini fez um belíssimo trabalho dentro do América. O América de hoje tem que agradecer o Felipe (Conceição) lá atrás, o Lisca, o Mancini e agora o Marquinhos. Não torço contra o Grêmio e admiro o Mancini. Ele teve suas vantagens, sei lá, para chegar à conclusão que teve, mas torço por ele”, afirmou. 

O presidente americano também falou sobre a polêmica declaração que deu antes do clássico do último dia 7 de novembro diante do Atlético-MG: "Só Deus tira o título do Atlético esse ano, com muita tranquilidade. Mas ele não vai ser campeão com os três pontos do América no próximo domingo”, avisou à época - no fim, o Galo acabou vencendo por 1 a 0. 

“Eu iria deixar a imprensa brasileira e mineira só falar de Atlético naquela semana? De jeito nenhum!”, declarou, satisfeito com a repercussão. “E eu só errei uma das previsões. O Galo vai ser campeão mesmo (risos). Mas eles deram muita sorte. Era jogo para empate. E meteram a mão na gente na final do Mineiro”, completou. 

Na entrevista, Alencar da Silveira também falou sobre a negociação do América para se tornar clube-empresa e para assumir a gestão do Independência e comentou sobre o desafio de o Coelho “não ser mais tão grande para a Série B e nem pequeno para a Série A”. Veja o papo na íntegra no vídeo acima.