Esportes

Quem é o goleiro “dançarino” e herói da classificação da Austrália para a Copa

Andrew Redmayne entrou na prorrogação e defendeu um pênalti contra o Peru

Rodrigo Lima 13/06/2022 • 19:14 - Atualizado em 14/06/2022 • 06:44
Andrew Redmayne em comemoração após defender pênalti de Alex Valera
Andrew Redmayne em comemoração após defender pênalti de Alex Valera
Mohammed Dabbous / Reuteers

Herói da classificação da Austrália para a Copa do Mundo no Catar, o goleiro Andrew Redmayne viveu o seu momento de maior destaque de sua carreira, na tarde desta segunda-feira (13).

Andrew, de 33 anos, entrou em campo no último minuto da prorrogação da partida contra o Peru, válida pela repescagem para a Copa, apenas para a disputa de pênaltis, e sua entrada deu certo.

O goleiro do Sydney FC defendeu cobrança de Alex Valera e garantiu a classificação australiana para a Copa do Mundo pela sexta edição consecutiva, ficando marcado por ficar pulando e dançando em cima da linha do gol durante as cobranças.

A partida contra o Peru foi apenas o terceiro jogo de Redmayne com a camisa da seleção australiana, apesar de ser constantemente convocado.

Anteriormente, ele havia defendido a Austrália em um amistoso contra a Coreia do Sul, realizado em 2019, e contra o Nepal, pelas eliminatórias para a Copa.  

Quem é Andrew Redmayne?

Nascido em Gosford, no estado da Nova Gales do Sul, na costa leste da Austrália, Redmayne começou a jogar futebol aos 16 anos no New South Wales Institute of Sport (NSWIS), um instituto governamental para o desenvolvimento de atletas de alto rendimento.

Pelo NSWIS, recebeu uma oferta para se transferir para o Arsenal, da Inglaterra, mas a equipe de Londres acabou retirando a oferta após contratar o polonês Szczesny, que atualmente defende a Juventus, da Italia.

Seu primeiro time profissional foi o Central Coast Mariners FC, equipe da sua cidade natal que disputa a A-League, campeonato nacional australiano, tendo feito apenas três partidas entre os anos de 2008 e 2010.

Após deixar o Central Costa Mariners FC, se transferiu para outras três equipes do futebol australiano, entre os anos de 2010 e 2016, como o Brisbayne Roars, Melboune FC e Western Sydney Wanderers FC, mas sem muito destaque.

Até que, em 2016, teve sua grande chance ao ser contratado pelo Sydney FC, para ser o reserva de Danny Vukovic, constantemente convocado pela Austrália, mas assumiu a titularidade após a saída de Vukovic, em 2017.

Desde então é o goleiro titular do Sydney FC e conquistou três campeonatos nacionais com a equipe, tendo alcançado a marca de 200 jogos pelo Campeonato Australiano, em janeiro de 2022.