Esporte

Sport repudia violência causada por torcedores contra delegação do Fortaleza

Leão da Ilha diz que conduta não condiz com a real torcida do clube

Da redação

Sport repudia violência causada por torcedores contra delegação do Fortaleza
Sport lamenta ataques contra ônibus do Fortaleza
Redes Sociais

Na última quarta-feira, 21, Sport e Fortaleza se enfrentaram pela quarta rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, na Arena Pernambuco. Após a partida, o ônibus em que estava a delegação do Leão do Pici foi alvo de ataques por torcedores do Leão da Ilha.

De acordo com o Fortaleza, que seis jogadores foram atingidos: o goleiro João Ricardo foi ferido com um corte no supercílio; o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar sofreu uma pancada na cabeça, um corte na boca e um outro corte no supercílio; o lateral-direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez, e o volante Lucas Sasha foram feridos com estilhaços de vidro e tiveram que conter sangramentos.

Em sua rede social, o Sport lamentou o ocorrido e afirmou que conduta não condiz com a real conduta dos torcedores do Leão da Ilha. Segundo o clube, todos estão à disposição para ajudar na investigação.

Leia a nota completa:

O Sport Club do Recife repudia veementemente os atos de violência praticados contra o ônibus da delegação do Fortaleza Esporte Clube na saída da Arena de Pernambuco após a partida desta quarta-feira. Os absurdos atos de violência não condizem com a real conduta e comportamento da torcida rubro-negra, tampouco com os valores do Clube - que sempre irá abominar esse tipo de postura. O presidente Yuri Romão, o executivo André Figueiredo, o coordenador técnico Ricardo Drubscky e a equipe médica do Clube já estão com delegação do time cearense, prestando apoio e todo o suporte necessário. O Sport também já se colocou à disposição para ajudar na apuração dos fatos e as investigações, buscando identificar os envolvidos nesse ato criminoso.

Mais notícias

Carregar mais