Esporte

Tetracampeão mundial, Popó derrota Bambam em segundos no Fight Music Show 4

O duelo durou segundos até o nocaute brutal; evento figurou no topo dos assuntos mais comentados nas redes sociais

Da Redação

Tetracampeão mundial, Popó derrota Bambam em segundos no Fight Music Show 4
Popó
Divulgação FMS/ Mariana Lima

Em sua quarta edição, o Fight Music Show coroou Acelino Popó Freitas em uma noite inesquecível. O lendário tetracampeão mundial de boxe não deu chances a Kleber Bambam e venceu o desafeto em menos de um minuto - exatos 36 segundos - garantindo o nocaute ainda no primeiro round. 

O evento esteve no topo dos trending topics no X (antigo Twitter) e foi o assunto mais comentado nas demais redes sociais.  No entanto, todas as atenções estavam voltadas à luta principal após meses de intensas trocas de farpas. 

Bambam foi o primeiro a entrar na arena, e veio com um amuleto especial: a boneca Maria Eugênia, sua parceira de confinamento no título do BBB 1. Contudo, o show da entrada não se repetiu em cima do ringue. Focado, Popó chegou exalando motivação e logo subiu em seu habitat natural, afinal são mais de 40 vitórias na carreira profissional e quatro cinturões mundiais. 

Em 12 segundos de luta, o pugilista baiano desferiu um cruzado de esquerda, levando a estrela de reality show às cordas. Após a contagem, o retorno do desafiante durou pouco. Popó logo o encurralou e desferiu uma sequência brutal, fazendo o gigante de 90 kg desabar. 

Em meio à celebração, o multicampeão comentou: “Com toda a humildade e respeito ao Bambam, ele foi o responsável por essa casa estar cheia hoje. O que ele me provocou… Ele foi o cara que fez todo o marketing. Mas eu não quero ser seu amigo. Você me desrespeitou muito! Você falou que soco era um foguete, é tipo o do Elon Musk, veio de ré!”

Bambam reconheceu os méritos do vencedor: “Tá tudo certo, foi um show. Parabéns ao Popó, é o tetracampeão, ele me venceu. Parabéns a ele. Realmente o cara é difícil… - resignou-se o homem que ousou desafiar uma lenda do pugilismo”. 

MC Gui leva Nego do Borel à lona

Um acerto de contas entre o funk carioca e o paulista, enfim, aconteceu. E com ânimos exaltados. Esbanjando maturidade no boxe, MC Gui cercou Nego do Borel por dois rounds e teve dificuldades para achar o intérprete de “Você Partiu Meu Coração”, que abusava das esquivas. 

No entanto, no terceiro assalto, Gui acertou duros golpes, balançando Nego, que foi às cordas. Após nova sequência, o árbitro interrompeu a luta e decretou a vitória do cantor de 25 anos. 

Emocionado, o MC dedicou o triunfo ao irmão já falecido e contou sobre o processo para calçar as luvas e superar seus limites. “Eu baixei 20 kg sem a ajuda de quase ninguém. Essa vitória é pra São Paulo, eu amo meus fãs!”, desabafou Gui, estreante no evento.

Resultados do Fight Music Show 4 

CARD PRINCIPAL:

  • Acelino Popó Freitas venceu Kleber Bambam por nocaute aos 36 segundos do R1 (boxe)
  • MC Gui venceu Nego do Borel por nocaute técnico aos do 1min54s do R3 (boxe)
  • Emilene Juarez venceu Fernanda Lacerda por decisão unânime (triplo 40-36) (boxe)
  • Luiz Otávio Mesquita venceu Thomaz Costa por decisão unânime (58-56, 60-54 e 59-55) (boxe)
  • Rey Physique e Natural pra Cavalo vencem Pobre Loco e Sheviii2k por nocaute técnico a 1min12 do R3 (duplas de boxe)

CARD PRELIMINAR:

  • Fábio Maldonado venceu Leo Leleco por nocaute técnico (interrupção médica) a 1min38s do R4 (boxe)
  • Martin Farley venceu Lucas Bomba por decisão dividida (MMA)
  • Hugo Paiva venceu Wellington Souza por nocaute técnico aos 4min16s do R1 (MMA)
  • Pedro Oliveira venceu Max Alves por nocaute aos 3min14s do R1 (MMA)

Mais notícias

Carregar mais