Notícias

Auxílio Brasil de R$ 400 deve começar a ser pago em 10 de dezembro, diz ministro

A afirmação é do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, entrevistado na Rádio Bandeirantes neste sábado (04)

Da redação, com Rádio Bandeirantes 04/12/2021 • 10:43 - Atualizado em 06/12/2021 • 09:34
Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinh
Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinh
Pedro Ladeira/Folhapress

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, entrevistado na Rádio Bandeirantes neste sábado (04), durante o Jornal Gente, disse que deve ser feito dia 10 deste mês o pagamento da primeira parcela do Auxílio Brasil no valor de R$ 400.

“Estive ontem com deputado João Roma, que é o ministro da Cidadania, e a ideia é que já no dia 10 a população receba a primeira parcela do auxílio de 400 reais”, disse. “Deve estar na MP [Medida Provisória] já nesta segunda-feira”, completou. 

O Auxílio Brasil foi elaborado por Bolsonaro para substituir o Bolsa Família, que fazia pagamentos em torno de R$ 190. E é o valor da PEC dos Precatórios que abrirá espaço no orçamento e, assim, efetivar o pagamento do novo auxílio. 

“A PEC dos Precatórios foi uma ação do governo para permitir espaço fiscal no orçamento prioritariamente para ajudar os menos favorecidos”, disse o ministro. “O que a Câmara e Senado estão avaliando é se é possível promulgar o que não foi alterado. Isso permitiria conforto jurídico e condição melhor para usar o espaço fiscal. Vamos aguardar negociação neste fim de semana”, continuou. A PEC dos Precatórios dá calote em dívidas da União. 

Assista ao Jornal Gente deste sábado (04) na íntegra:


Vale-gás de R$ 50

O decreto viabiliza também a implantação do benefício a partir de dezembro de 2021, mas o calendário de pagamentos ainda não foi divulgado. Atualmente, o botijão de 13 quilos custa, em média, R$ 102,46 podendo chegar R$ 135 em alguns estados.