Notícias

Quem são os quilombolas? Entenda a importância dos quilombos no Brasil

Walmyra Albuquerque, que é professora e pesquisadora da UFBA, fala sobre a existência e a importância dos quilombos pelo Brasil

Da redação, com Band Notícias 17/11/2021 • 17:35 - Atualizado em 17/11/2021 • 18:00

As comunidades quilombolas marcam a presença das populações africanas no Brasil, e isso diz respeito à própria constituição do Brasil como território. É o que conta Wlamyra Albuquerque, professora e pesquisadora da UFBA (Universidade Federal da Bahia). Em entrevista para a série especial do Band Notícias: ‘Áfricas do Brasil’, ela fala sobre a existência e a importância de Quilombos pelo Brasil. Além, claro, da resistência de Palmares. 

A série vai ao ar todos os dias até 19/11 em celebração a semana da Consciência Negra.

“Não é possível falar de Brasil sem falar da presença das populações africanas aqui. As comunidades quilombolas são fundamentais para falar sobre estas populações. A importância delas, por um lado, se dá pela pela necessidade que temos de garantir o direito à terra para essas comunidades; por outro lado, de garantir o respeito à nossa Constituição”, afirma Albuquerque.

A especialista conta que as comunidades quilombolas lutam arduamente para garantir o seu acesso à terra e pela manutenção das suas culturas. “Acho que há uma dificuldade, uma resistência que precisa ser vencida por parte da sociedade brasileira de entender que a preservação dos territórios quilombolas diz respeito aos direitos das populações quilombolas, mas também diz respeito ao reconhecimento da importância das populações africanas na história do Brasil”.

Vídeo: as histórias e memórias do povo negro

O que é um quilombo?

Houve uma grande discussão no Brasil na década de 1980 para debater o que seria um quilombo e qual era a importância de preservação deles. "Esse debate trouxe várias interpretações sobre o que que seria uma comunidade quilombola, que envolveu desde antropólogos , historiadores, políticos, ativistas e militantes" explica Albuquerque.

A definição de um quilombo passa pelo reconhecimento da posse da terra por uma determinada comunidade --as referências são as propriedades que foram escravistas. 

“Quando a gente vai pesquisar a história dos quilombos, a gente descobre que grande parte dessas comunidades vivem nestas áreas desde o tempo da escravidão, e sucessivamente várias gerações continuam vivendo nestas terras”, diz.

O que foi o Quilombo dos Palmares?

A pesquisadora explica que o Quilombo dos Palmares é uma comunidade quilombola que existiu quando o Brasil ainda na colônia de Portugal, no século 17. É tão conhecido por historiadores porque a perseguição ao quilombo gerou um conjunto de documentos que estão guardados hoje tanto em arquivos brasileiros quanto em arquivos portugueses. 

Esses documentos falam das várias tentativas não só de aniquilar o quilombo com o uso de tropas, mas também das negociações com as lideranças quilombolas.

“Palmares é nosso exemplo mais bem documentado de quilombo. Mas acho que a gente precisa pensar sobre outras comunidades quilombolas que foram mais numerosas, algumas delas muito mais próximas dos centros urbanos, que representavam formas muito bem-sucedidas de articulação de resistência e até de negociação”, constata.