Notícias

Carnaval de SP: Avanço da ômicron causa indefinição para os desfiles no Anhembi

Uma análise dos dados epidemiológicos será feita 15 dias antes das autoridades tomarem a decisão final

Lucas Jozino 20/01/2022 • 10:29 - Atualizado em 20/01/2022 • 10:45

Os desfiles das escolas de samba de São Paulo não estão confirmados. De acordo com o protocolo de segurança contra a Covid-19 assinado pela prefeitura da capital, uma análise dos dados epidemiológicos será feita em 15 dias antes de tomar a decisão. 

Caso os números de novos casos e hospitalizações continuem crescendo, a tendência é que o carnaval seja adiado. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o secretário municipal da saúde, Edson Aparecido, afirmou que o tema é tratado com cautela e as previsões são de queda nos índices da pandemia na segunda metade de fevereiro. 

Enquanto isso, as escolas de samba continuam trabalhando a todo vapor pensando nos desfiles. As medidas sugeridas pela Liga foram aprovadas pela prefeitura. 

O uso errado pode render perda de pontos para as agremiações. O público total no Anhembi será de 70% e as escolas do grupo especial vão desfilar com, no máximo, 1.500 componentes.