Notícias

Denúncia de maus-tratos: girafas são apreendidas em resort no Rio de Janeiro

No local, os policiais federais e os analistas ambientais constataram situação de maus-tratos dos animais

Marcus Sadok 27/01/2022 • 08:40

Na tarde desta quarta-feira (26), a Polícia Federal prendeu, em flagrante, dois homens por maus-tratos e apreendeu 15 girafas em um resort safari, em Mangaratiba, no litoral sul do Rio de Janeiro. 

A ação, desenvolvida no âmbito de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico - DELEMAPH, foi acompanhada por analistas ambientais do IBAMA, para verificar informações acerca da morte de três espécimes, de um conjunto original de 18 girafas importadas da África do Sul. 

No local, os policiais federais e os analistas ambientais constataram situação de maus-tratos dos animais e, diante disso, dois homens, responsáveis pela manutenção dos animais, foram presos, os animais apreendidos e depositados sob cuidados da entidade. 

O IBAMA ficará responsável pela supervisão e adotará todas as providências necessárias para salvaguardar a integridade das girafas. Os presos foram conduzidos à Superintendência da Polícia Federal no Rio, onde foi lavrado termo circunstanciado de ocorrência por maus tratos, crime previsto no Art. 32 da lei de crimes ambientais. 

Além deste crime, a investigação, que deu origem ao inquérito policial, prosseguirá com o objetivo de apurar as circunstâncias e a legalidade da importação dos animais, bem como as condições de manutenção e cuidado das girafas.