Notícias

“Justiceiros” do RJ postam fotos e vídeos de ações na zona sul carioca

Em grupos de WhatsApp, os moradores postaram fotos e vídeos das ações

Da redação

Topo

Supostos moradores de Copacabana, insatisfeitos com a violência que tomou conta do bairro, foram as ruas “combater os criminosos”. Vídeos que circulam nas redes sociais nos últimos dias mostram a ação desses grupos que são chamados de “justiceiros”. 

Em grupos de WhatsApp, usuários postaram fotos das mãos ensanguentadas e com soco-inglês após supostamente cometerem as agressões.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Victor César dos Santos, o grupo de moradores que foi às ruas da Zona Sul do Rio com a intenção de fazer justiça com as próprias mãos pode ser criminalizado. 

“Exercício das próprias razões, que é quando a pessoa acha que pode fazer justiça com as próprias mãos, é crime. Sem contar uma lesão corporal, tentativa de homicídio ou até um crime mais grave”, disse.

A Polícia Civil também tenta identificar um grupo de menores que, em um vídeo, faz ameaças a moradores e afirma que vai continuar a cometer assaltos no bairro.

Dados do Instituto de Segurança Pública mostram crescimento de 25% no número de roubos em Copacabana, entre janeiro e outubro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2022.

Receba as principais notícias e vídeos da Band via WhatsApp; veja passo a passo

Tópicos relacionados