Notícias

Cachorra que trabalhou nos resgates de Brumadinho ajuda nas buscas ao serial killer Lázaro

Cerco ao criminoso foragido chega ao 13º dia no interior de Goiás

Da redação 21/06/2021 • 14:12 - Atualizado em 21/06/2021 • 17:41

As buscas ao serial killer Lázaro Barbosa ganharam um reforço no fim de semana. No sábado, os bombeiros de Goiás encaminharam a Girassol, na região de Cocalzinho (GO), a equipe de cães farejadores.

Entre os animais está Cristal, uma cachorrinha border colie que ajudou nas buscas por desaparecidos na tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, quando uma barragem da Vale se rompeu deixando ao menos 270 mortos.

Os bombeiros estão usando um pedaço de pano com sangue encontrado por policiais para que os cães sintam o cheiro. Os agentes de segurança acreditam que Lázaro esteja ferido e tenha usado o tecido como torniquete.

Moradores da região dizem ter visto o criminoso na região e relatam que ele estaria mancando, o que corrobora para a versão da polícia.

Além de Cristal, integram a equipe de cães farejadores o pastor alemão Dart e o bloodhound Hope.

As buscas pelo serial killer entram no 13º dia. O cerco a Lázaro envolve cerca de 270 policiais, além de helicópteros, viaturas, drones e cães farejadores.

  • Lázaro Barbosa