Notícias

"Pai carinhoso": Defesa pede a liberdade de Jairinho, preso pela morte de Henry

Defesa afirma que o ex-vereador sempre foi um pai "presente, amado pelos filhos e por todos da família"

Mauricio Bastos, da BandNews FM 06/07/2021 • 10:03 - Atualizado em 06/07/2021 • 11:44
Defesa pede a liberdade de Jairinho, preso acusado pela morte do menino Henry
Defesa pede a liberdade de Jairinho, preso acusado pela morte do menino Henry
Reprodução/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

A defesa do ex-vereador Jairinho pediu na Justiça a liberdade dele no processo em que é acusado da morte do menino Henry, de 4 anos.

Na resposta à acusação do Ministério Público, os advogados do parlamentar cassado afirmam que a imagem de seu cliente foi transformada pela polícia, "de forma açodada, parcial e tendenciosa, em um monstro, em malfazejo assassino".

No relatório de 29 páginas, entregue à Justiça, a defesa afirma ainda que Jairinho sempre foi um "pai carinhoso, presente, amado pelos filhos e por todos da família".

O documento mostra ainda que os advogados do ex-parlamentar classificam Monique Medeiros, mãe do menino Henry, como uma mulher fria, indiferente, ambiciosa e vaidosa.

Jairinho e Monique respondem presos pelo crime. O vereador cassado também responde por tortura contra duas crianças, filhas de ex-namoradas.

  • Henry Borel
  • Jairinho
  • defesa
  • liberdade
  • Rio de Janeiro