Notícias

Greta diz que Bolsonaro falhou em proteger condições de vida atuais e futuras

Ativista afirma que a crise sanitária e ecológica estão interligadas

Da redação 19/04/2021 • 16:35 - Atualizado em 19/04/2021 • 21:23

A ativista do clima Greta Thunberg criticou o presidente Jair Bolsonaro durante uma coletiva de imprensa da Organização Mundial da Saúde (OMS). Questionada pelo correspondente internacional da BandNews TV, Jamil Chade, sobre a resposta de Bolsonaro à pandemia e à crise do clima, ela disse que o presidente falhou.

"Eu não acho que deveríamos falar sobre indivíduos já que esse é um problema muito maior, mas claro que Jair Bolsonaro tem uma responsabilidade enorme quando se trata sobre o clima e podemos ver a resposta que o Brasil deu durante a pandemia do coronavírus. Eu posso dizer com segurança que ele falhou em assumir a responsabilidade para proteger as condições de vida atuais e futuras da humanidade", respondeu ela.

Greta também atacou o que chama de desigualdade da vacinação. Ela lembrou que nos países ricos 1 a cada 4 pessoas já foi imunizada, enquanto naqueles de baixa renda o número é de 1 a cada 500. 

Posso dizer com segurança que ele falhou em assumir a responsabilidade para proteger as condições de vida atuais e futuras da humanidade

A ativista vai doar 100 mil euros para o consórcio Covax Facility da OMS, do qual o Brasil faz parte, para ajudar na compra de vacinas. Ela também ressaltou o trabalho dos pesquisadores: "Durante essa pandemia, nós vimos o que podemos alcançar quando colocamos os recursos na ciência. Vacinas foram desenvolvidas em tempo recorde".

Greta explicou que o desmatamento torna mais fácil para que surjam novas doenças provenientes dos animais. "Nós não podemos mais separar a crise sanitária da crise ecológica e nós não podemos separar a crise ecológica da crise do clima", disse.

Cientistas da OMS ainda pesquisam a origem do novo coronavírus, mas a principal explicação é que ele tenha pulado de animais silvestres para os seres humanos inicialmente na China.

  • Greta Thunberg
  • Jair Bolsonaro