Jornal da Band

Limpo e renovável, hidrogênio verde é apontado como o combustível do futuro

O hidrogênio tem três vezes mais energia que a gasolina, por exemplo, e pode ser usado na indústria, no transporte e na geração de energia elétrica

Olívia Freitas

Com o preço do petróleo batendo recordes neste ano e a crise enfrentada pela Europa no abastecimento de gás por causa da guerra na Ucrânia, a busca por alternativas de energia mais barata e menos poluente tem acelerado no mundo.

Por isso o hidrogênio verde tem ganhado destaque em projetos no Brasil e em outros países. Limpo e renovável, ele é apontado como o combustível do futuro. 

O hidrogênio é um dos elementos mais abundantes na natureza. Mas está sempre combinado a outras partículas. Com o oxigênio forma água. Também pode se juntar ao carbono, formando o gás natural e o petróleo. Separado, puro, vira um gás altamente inflamável. No século passado foi usado como gás de balões dirigíveis!

O hidrogênio tem três vezes mais energia que a gasolina, por exemplo, e pode ser usado na indústria, no transporte e na geração de energia elétrica.

Para ser verde, o hidrogênio tem que vir de fonte livre de dióxido de carbônico, com a água, e usar energia renovável na produção, como solar e eólica. O resultado é um produto com alta capacidade de armazenar energia e totalmente limpo. Por isso, é visto como substituto de combustíveis fósseis.

Receba as principais notícias e vídeos da Band via WhatsApp; veja passo a passo

Tópicos relacionados