Jornal da Band

Papa Francisco volta a usar expressão homofóbica durante reunião fechada em Roma

Ele já tinha se desculpado pelo uso do mesmo termo ao se referir à presença de gays em seminários católicos

Da redação

O Papa Francisco voltou a usar uma expressão homofobia durante uma reunião fechada. No mês passado, ele já tinha se desculpado pelo uso do mesmo termo ao se referir à presença de gays em seminários católicos.

A fala do Papa foi durante uma reunião a portas fechadas na Universidade Salesiana em Roma, porém a informação vazou. Segundo a imprensa italiana, o Papa Francisco voltou a usar um termo vulgar para dizer que "há um ar de bichice no Vaticano".

Segundo a agência Ansa da Itália, Francisco estava reunido com bispos romanos quando fez a afirmação. No fim de maio, o Papa já havia pedido desculpas pelo uso da mesma expressão homofobia. Na ocasião, ele orientou bispos a não aceitarem padres abertamente gays.

O Vaticano teve que justificar novamente a fala do Papa e emitiu um comunicado dizendo que Francisco quis alertar sobre o perigo de ideologias na igreja. E que reitera a necessidade de receber pessoas homossexuais no catolicismo, assim como a cautela em relação a elas se tornarem seminaristas.

Durante os 11 anos de papado, Francisco fez várias declarações defendendo a abertura da igreja à comunidade LGBTQIA+. Francisco também havia permitido que padres abençoassem casais do mesmo sexo. O que gerou fortes reações entre a ala mais conservadora da igreja.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais