Jornal da Band

Primeiras cadetes mulheres se formam no Exército

A Aman formou hoje a primeira turma de cadetes com participação de mulheres

Jornal da Band 27/11/2021 • 21:15 - Atualizado em 27/11/2021 • 21:46

Pela primeira vez, em 210 anos, a Aman, Academia Militar das Agulhas Negras, no Rio de Janeiro, formou neste sábado (27) a primeira turma de cadetes com participação de mulheres.

Pela primeira vez, em 210 anos de história da instituição, há mulheres entre os cadetes da turma. Hoje elas foram as primeiras. Mas sabem que serão exemplo para muitas jovens pelo Brasil que sonham com a carreira militar.

Um dia, no futuro, a cadete Ana Luiza Santana, de 22 anos, pode se tornar general de quatro estrelas e até comandante do Exército. Ela realizou um sonho que até bem pouco tempo não era permitido para as mulheres : se formou como aspirante a oficial da Aman.

O Exército já tem presença feminina desde a década de 90, mas restrita a áreas de apoio. As 23 oficiais combatentes formadas hoje em Resende, no sul fluminense, poderão chegar ao topo da carreira, em quatro décadas.

A solenidade contou com a presença no presidente da república Jair Bolsonaro, o vice, Hamilton Mourão e o ministro da Defesa Braga Netto. 

Durante o evento, os novos aspirantes recebem a espada de oficial, símbolo dos princípios e valores, como responsabilidade, competência, respeito e amor à pátria. A data marca a conclusão de quatro anos de estudos na Aman.