Notícias

USP tem pela primeira vez mais de 55% de matriculados vindos de escolas públicas

Vagas foram preenchidas pelo vestibular, a Fuvest, pelo Enem USP e pelo Provão Paulista, exame que garante acesso de estudantes de escolas estaduais e municipais

Por Márcio Campos

Pela primeira vez mais de 55% dos matriculados na USP são de escolas públicas. As vagas foram preenchidas pelo vestibular da Fuvest, pelo Enem USP e também pelo Provão Paulista, exame promovido para garantir o acesso de estudantes de escolas estaduais e municipais de São Paulo. 

O número é simbólico, porque chega a mesma porcentagem da representação de negros e pardos na sociedade brasileira, que é de 55,5%. Nos últimos anos, mais candidatos que poderiam entrar na universidade pela Lei de Cotas conquistam a vaga sem precisar usar o direito. 

A parcela de matriculados na USP que completaram o ensino médio em escolas públicas têm aumentado, de 51,7% em 2022, para 55,4% em 2024. Chega a ser o dobro da porcentagem registrada há menos de 15 anos. Em 2010, a taxa era de 25,8% e em 2012, 28,5%. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais