Notícias

Polícia prende principal suspeito de atirar em Mingau, do Ultraje a Rigor

Prisão é resultado de uma ação integrada de forças do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais

Da redação

Polícia prende principal suspeito de atirar em Mingau, do Ultraje a Rigor
Mingau, do Ultraje a Rigor
Divulgação/Instagram

A Polícia Militar prendeu neste sábado (14) o principal suspeito de atirar em Mingau, baixista do Ultraje a Rigor. O artista foi baleado na cabeça no começo de setembro em Paraty, no Rio de Janeiro. Pablo Wiliam da Silva Mostarda, conhecido como Carranca, foi preso na cidade de Taubaté, em São Paulo. 

Segundo informações da Polícia Militar de Paraty, o suspeito de atirar no músico foi preso graças a uma ação integrada entre os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. 

A prisão ocorreu após um Disque Denúncia e uma troca de informações entre a agência de inteligência da PM do Rio de Janeiro com  a agência de inteligência do 5° Batalhão de Polícia Militar do Interior.

Relembre o caso

Mingau foi baleado na cabeça por criminosos na região da Ilha das Cobras, em Paraty, no Rio de Janeiro. Os bandidos teriam confundido o carro de Mingau com o da polícia e alvejado o veículo por engano. 

A Delegacia de Paraty aponta que a região onde o músico foi baleado é um ponto de venda de drogas conhecido. Em depoimento, um amigo de Mingau afirmou que o músico e ele foram comprar drogas antes dos tiros ocorrerem. 

Baixista está estável

Mingau, baixista do Ultraje a Rigor, segue internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital São Luiz, em São Paulo. O artista, segundo nota da unidade de saúde, “apresenta abertura ocular e ventilação espontânea durante o dia” e “tem momentos de interação com a família, com piscar de olhos”. 

“O paciente tem sido colocado pela equipe da UTI em uma poltrona, onde permanece sentado por períodos do dia. O quadro clínico é estável”, diz a nota. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais