Notícias

Senadores articulam CPI para investigar prefeitos e governadores na pandemia

A resposta do Planalto seria “ampliar o foco” e tirar o governo federal como alvo único para tentar esfriar ou travar a comissão

Da Redação, com BandNews TV e Jornal da Band 12/04/2021 • 16:55 - Atualizado em 12/04/2021 • 21:38

Um grupo de senadores articula a abertura de uma CPI para investigar as ações de prefeitos e governadores durante a pandemia em resposta à abertura de uma comissão para apurar possíveis omissões do governo determinada por Luís Roberto Barroso, do STF, na última quinta (8). As informações são do Jornal da Band e da BandNews TV.

A resposta do Planalto seria “ampliar o foco” e tirar o foco das investigações sobre o governo federal e tentar esfriar ou travar a CPI.

O parlamentar Alessandro Vieira (Cidadania-SE) já havia solicitado à mesa do senado que a investigação fosse ampliada. Mas enquanto isso, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) apresentou uma nova proposta de CPI, já incluindo estados e municípios. Ele conseguiu 36 assinaturas, muitas de governistas. 

O senado não pode investigar governadores e prefeitos, mas pode apurar como foi usado o dinheiro repassado a eles pelo governo federal para o combate à pandemia. Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, vai adicionar esse ponto na investigação principal, sobre as ações do governo federal na gestão da crise sanitária. 

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) apresentou um pedido de Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para prefeitos e governadores, que envolveria também a Câmara dos Deputados na discussão, o que afastaria a influência dos governadores de todo o processo pelo Congresso.

A resposta é alinhada com Bolsonaro, em reunião com senadores aliados sobre as ações contra a CPI da Covid, encontro que acabou gerando polêmica após divulgação de trechos da conversa entre o presidente e Jorge Kajuru (Cidadania-GO), onde ele falou em “ir para a porrada” com Randolfe Rodrigues (Rede-AP) - autor do pedido da CPI que acabou determinada por Barroso. 

"Mas se você não participa, daí a canalhada lá do Randolfe Rodrigues vai participar. E vai começar a encher o saco. Daí, vou ter que sair na porrada com um bosta desse", disse o presidente em áudio divulgado na Rádio Bandeirantes.

Na conversa com o senador Kajuru, o presidente também falou de impeachment contra ministros do Supremo, com pedido apresentado nesta segunda.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Kassio Nunes Marques será o relator do mandado de segurança que pede agilidade a análise de um pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes.

  • cpi da pandemia
  • bolsonaro
  • covid-19
  • senado
  • congresso