Notícias

Gilmar Mendes decide estender suspeição de Moro contra Lula a todos os processos

Com decisão do ministro do STF, caso do sítio de Atibaia e do Instituto Lula também voltam à "estaca zero" na Justiça

Mônica Bergamo, com BandNews TV 24/06/2021 • 18:36 - Atualizado em 01/07/2021 • 00:23

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu a extensão da suspeição de Sergio Moro a todos os processos em que o ex-juiz atuou contra Luiz Inácio Lula da Silva na 13ª Vara Federal de Curitiba, em decisão nesta quinta-feira (24). As informações são da coluna No Radar com Mônica Bergamo, do BandNews TV.

O STF atendeu pedido dos advogados do ex-presidente nos processos relativos ao sítio de Atibaia e a doação de um terreno para o Instituto Lula. O argumento era de que todos os processos julgados por Moro estariam “contaminados” já que a suspeição de Moro era relacionada a Lula, e não às ações na Justiça.

Assim como o caso do tríplex, os outros processos voltam à estaca zero. As provas já colhidas serão anuladas e não poderão ser usadas em um eventual novo julgamento em qualquer instância da Justiça.

A colunista da BandNews TV Monica Bergamo analisa que a Lava Jato “sai da vida de Lula” com a decisão de Gilmar Mendes. Na análise da jornalista, a decisão monocrática poderia ir ao plenário do STF, mas ela vê que votos fotos dos ministros favoráveis no caso do tríplex foram “contundentes” contra a atuação de Sergio Moro.

As decisões reforçam que o ex-presidente siga com seus direitos políticos e tornam mais difícil que seja condenado novamente no processo até a eleição presidencial de 2022.

  • moro
  • lula
  • gilmar mendes
  • stf
  • lava jato