Band Rio

Contágio por Covid-19 cai e Rio anuncia retomada da vacinação em adolescentes

O Hospital Ronaldo Gazolla deixará de ser exclusivo para casos de Covid-19

Rafaella Balieiro (sob supervisão de Natashi Franco) 20/09/2021 • 14:23 - Atualizado em 20/09/2021 • 17:40
Rio retoma vacinação de adolescentes na próxima quara-feira
Rio retoma vacinação de adolescentes na próxima quara-feira
Unsplash

Com a chegada do maior lote de doses de vacina contra a Covid-19, no Rio de Janeiro, a Prefeitura da capital fluminense anunciou a retomada do calendário de vacinação para os adolescentes e a aplicação da segunda dose do imunizante Coronavac. No total, o Ministério da Saúde enviou mais de 1,4 milhões de doses para o estado.

A perspectiva é de vacinar os adolescentes de 13 anos a partir da próxima quarta-feira (22), o calendário reservou os dias 22 e 23 para a aplicação das doses nas meninas, já os meninos da faixa-etária podem comparecer  aos postos de vacinação na sexta-feira (24). Todos os adolescentes serão imunizados com a dose da Pfizer, única autorizada para esse grupo pela Anvisa no país.

O calendário da segunda dose também será retomado, seguindo as datas previstas no comprovante de vacinação. Quem estiver com a dose atrasada, pode apresentar o documento nos mais de 280 postos de imunização disponíveis na cidade para regularizar a aplicação, também é necessário apresentar um documento pessoal com foto e o CPF. O município começou a exigir o esquema vacinal em dia, no último dia 15, para permitir a presença do público em locais coletivos fechados.

O calendário de aplicação da dose de reforço (DR) também está mantido. Idosos de 89 a 84 anos e pessoas com imunossupressão grave, a partir dos 60 anos, podem tomar a dose de reforço. Já na próxima quarta-feira, a previsão é de aplicar a terceira dose em pessoas desse mesmo grupo que tenham a partir de 40 anos.

A Prefeitura reforça que a DR deve ser aplicada em idosos que já completaram o esquema vacinal anterior há pelo menos três meses.

REDUÇÃO NO NÚMERO DE CASOS:

Como reflexo da campanha de vacinação, o número de casos é o menor desde março de 2020. De acordo com os dados do Painel Covid da Prefeitura, o sábado (18) registrou uma média móvel de contágios de 135, muito inferior a exatamente um mês atrás, que ficou acima dos 1800.

Com menos registros de casos, o Hospital Ronaldo Gazolla deixará de atender exclusivamente contaminados por Covid-19 e retomará gradualmente as funções originais a partir do dia 1º de outubro. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o centro cirúrgico será reaberto com procedimentos eletivos. 

Ainda em nota, a pasta afirmou que haverá andares diferentes do hospital para tratar os pacientes contaminados com o novo coronavírus. 

  • Vacinação
  • Rio de Janeiro
  • Adolescentes
  • Covid-19