BandNews FM

Programa da "Politize!" nas escolas combate desinformação

Embaixada e os consulados dos Estados Unidos no Brasil apoiam a iniciativa

Narley Resende 29/07/2021 • 21:00 - Atualizado em 29/07/2021 • 23:14
Programa de combate à desinformação em escolas públicas do País é apoiado pela Embaixada dos Estados Unidos
Programa de combate à desinformação em escolas públicas do País é apoiado pela Embaixada dos Estados Unidos
David McNew/Getty/AFP

A Embaixada e os Consulados dos Estados Unidos no Brasil apoiam uma iniciativa da Politize, que é uma organização da sociedade civil dedicada à educação política, em um programa de combate à desinformação em escolas públicas do País.

Segundo um relatório divulgado neste ano pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE, 67% dos estudantes brasileiros de 15 anos não conseguem diferenciar fatos de opiniões quando fazem leitura de textos.

Para ajudar a mudar essa realidade, a embaixada e os consulados apoiam financeiramente o desenvolvimento da matéria eletiva "Informação e (Des)informação" como parte do programa Escola da Cidadania Ativa, dentro da implementação do Novo Ensino Médio.

A assessora pedagógica do projeto Politize, Lahís Belizário, uma das responsáveis pela elaboração do material disponibilizado nas escolas, lembra que as fake news são apenas uma forma de desinformação.

"A desinformação é um termo para definir qualquer conteúdo ou prática que contribua para o aumento de informações falsificadas. Toda desinformação é fake news? Não. A desinformação é o contexto e a fake news é uma forma de desinformação”, explica.

Implementada em caráter piloto, a matéria eletiva já foi aplicada em seis municípios de São Paulo, com 600 estudantes contemplados no total

As secretarias estaduais de Educação de Sergipe e Mato Grosso também já estão com parcerias formalizadas.  

De acordo com a Politize, o material é adaptado à realidade local e todas as etapas são implementadas sem qualquer custo para as secretarias, escolas ou professores.  

O programa passou a ser financiado pela Embaixada dos Estados Unidos por meio do Edital Anual de Projetos.  

“É um dos nossos apoiadores financeiros. A gente entrou por meio de um edital anual de projetos. E a embaixada e os consulados apoiam essas temáticas na sala de aula.  Um dos focos da embaixada tem sido combater a desinformação. E quando a gente fala do ‘fortalecimento da democracia’, a gente tem que pensar que pessoas bem informadas, de forma correta, influenciam na democracia, na presença dela”, aponta.  

O programa da Politize, de combate à desinformação, está em expansão e deve chegar a escolas públicas de onze Estados do País no início do ano que vem.

Narley Resende conversou com Lahís Belizário na programação da BandNews FM. Ouça a íntegra:

  • Desinformação