BandNews FM

Senador promete PEC com aumento do Auxílio Brasil e voucher para caminhoneiros

Fernando Bezerra é relator da proposta que pretendia repor perdas de estados e municípios com redução do ICMS dos combustíveis

Rádio BandNews FM 27/06/2022 • 09:45 - Atualizado em 27/06/2022 • 09:58
Aumento do Auxílio Brasil é é tratado com urgência pelo governo federal
Foto: Agência Brasil

O relatório da PEC dos Combustíveis deve ser entregue pelo senador Fernando Bezerra na tarde desta segunda-feira (27).

De acordo com o parlamentar, o texto incluirá um aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil, passando assim de R$ 400 para R$ 600 mensais, além da criação do chamado "voucher caminhoneiro", que será de R$ 1.000.

O relator também disse que incluirá um reajuste no auxílio-gás, que atualmente é de R$ 50 a cada dois meses, que passaria a ser cerca de R$ 120, que é o valor médio de um botijão.

Todas as medidas serão válidas até dezembro deste ano e encontram resistência por serem vistas como eleitoreiras. O presidente Jair Bolsonaro já anunciou que pretende disputar a reeleição e aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de votos.

Bezerra também declarou que retirou do texto a compensação financeira da União aos estados que optassem por zerar o ICMS do óleo diesel e do gás de cozinha.

As novas ações devem ter um impacto de R$ 34,8 bilhões para a União, representando uma diferença de mais de R$ 5 bilhões de acordo com o texto inicial da PEC.

Com o aumento do Auxílio Brasil, os custos somente nesta área seriam de R$ 21,6 bilhões. Na criação do subsídio aos caminhoneiros, o desembolso deve ser em cerca de R$ 5,4 bilhões.

A proposta é tratada com urgência pelo governo federal porque tenta diminuir a alta nos combustíveis em meio aos reajustes feitos pela Petrobras por causa da inflação no cenário internacional.