Notícias

Crise climática que castiga população das cidades é tema do Cidades Verdes

Seminário vai discutir a urgência de medidas para mitigar os problemas

Gabriela Souza 29/06/2022 • 20:25
Evento será realizado no Centro de Convenções Firjan, no Centro
Evento será realizado no Centro de Convenções Firjan, no Centro
Google Maps

O aumento do nível do mar, as enchentes urbanas e as ondas de calor evidenciam a crise climática que tem castigado a população das cidades.

O tema, que também é pauta no seminário Cidades Verdes, vai discutir a urgência de medidas para mitigar os problemas.

Segundo o vice-diretor da Rede de Cidades Comprometidas com a Crise Climática (C40), Ilan Cuperstein, os municípios e os prefeitos, já entenderam a gravidade do assunto, que afeta, principalmente, a população mais vulnerável.

Ainda segundo Ilan Cuperstein, já existem ações para reduzir os efeitos da crise climática. O planejamento inclui: construir mais ciclovias, investir em transporte limpo e incentivar veículos elétricos.

Mas, além das ações para reduzir a emissão de gases efeito estufa, é necessário trazer o verde para as cidades, recuperar a margem de rios e, assim, diminuir os impactos da chuva, como explica o vice-diretor da Rede de Cidades comprometidas com a crise climática (C40), Ilan Cuperstein.

O seminário Cidades Verdes acontece no dia 5 de julho. O projeto, idealizado em 2011 pelo ambientalista Alfredo Sirkis, completa dez anos em 2022.

Para participar, basta se inscrever no site www.cidadesverdes.eco.br.